Olívia morreu por amor há 90 anos

Ainda se deram nós na tentativa de reparar o novelo mas quando a corda rebentou já pouco havia a fazer. Após três dias de intensa agonia Olívia tombava definitivamente. Os acontecimentos a seguir narrados aconteceram na Junqueira há 90 anos e contam a história de uma rapariga bastante apreciada na aldeia pelas suas qualidades e pela forma afável de se dar com os outros.

casablanca-ingrid-bergman

Costureira de profissão, Olívia Gonçalves da Silva vivia com a mãe no lugar de Barros mas não era natural da Junqueira. Diz-se que as duas vieram para cá viver depois de passarem uma parte substancial das suas vidas num grande centro urbano. Como qualquer outra jovem mulher da sua idade naquela época, aos 25 anos Olívia pensava casar e constituir família. Acontece porém que o rapaz para quem falava não ia nisso de felicidade eterna a dois e vai daí decidiu terminar com a relação.

still-of-ingrid-bergman-and-humphrey-bogart-in-casablanca-(1942).jpg

Os caminhos por onde os seres humanos passam ao lidar com a rejeição são incontáveis e no caso de Olívia ingerir veneno foi como entrar num túnel feito de curvas e contra-curvas sem saída. As crónicas contam-nos que devido às circunsncias, a sua morte foi muito sentida na Junqueira. Um texto publicado no jornal O Democrático aponta, como uma das causas para a tragédia, a “moda do suicídio” que Olívia teria “importado” da sua passagem pelas “grandes cidades”…

Nas fotos: Ingrid Bergman e Humphrey Bogart em “Casablanca (1942)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s