Sobre a Memória

img_4779

Em De Profundis, Valsa Lenta, José Cardoso Pires escreveu: “Sem memória esvai-se o presente que simultaneamente já é passado morto. Perde-se a vida anterior. E a anterior, bem entendido, porque sem referências do passado morrem os afectos e os laços sentimentais”. No Junqueira Antiga, um sítio preenchido de memória, o conceito de vidas anteriores ganha ainda mais significado. Quando morrer a última pessoa com memória física de quem éramos, tudo o que sobra são textos, nomes, fotografias de um ser estranho, já sem presente.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s