Aldina Dias de Figueiredo (F)

AldinaFigueiredo
Fonte: amarjunqueira.blogspot.com

Dados biográficos:

  • natural de Rio Mau
  • casada com Manuel Domingues Leites de Sá
  • mãe de José Manuel e Ana Maria Figueiredo Leite de Sá
  • filha de Manuel José de Figueiredo
  • faleceu a 13 de Dezembro de 2016, aos 89 anos

 

14956459_10207624540833554_4123434209346235327_n

Notícias completas:

19 DE FEVEREIRO DE 1949 Junqueira, 15 Casou há dias o sr. Manuel Domingues Leite de Sá, proprietário, do lugar de Barros, com a menina Aldina Figueiredo, filha do sr. Manuel José Figueiredo, da vizinha freguesia de Rio Mau. Aos noivos desejamos muitas felicidades.

20 DE OUTUBRO DE 1956, Junqueira, 15 Primeira Comunhão No dia 13 do corrente mês, na nossa Igreja Paroquial, foi distribuída a Primeira Comunhão, pelo reverendo Abade, ao menino José Manuel Figueiredo Leite de Sá e a sua irmã, a menina Ana Maria, filho do sr. Manuel Domingues Leite de Sá, digno Regedor desta freguesia e da sra. D. Aldina Dias de Figueiredo. Ao acto assistiram, além dos pais, sua tia paterna, D. Constança Leite de Sá e seu avô materno, sr. Manuel José de Figueiredo, ilustre Professor Primário e Presidente da Junta da vizinha freguesia de Rio Mau.

9 DE FEVEREIRO DE 1957, Junqueira, 4 Folgamos com o regresso da sra. Aldina Dias de Figueiredo, esposa do sr. Manuel Domingues Leite de Sá, há dias submetida a uma melindrosa intervenção cirúrgica num dos Hospitais do Porto. Oxalá que se restabeleça o mais rápido possível.

10 DE AGOSTO DE 1957 Junqueira, 5 Falecimento – Pelas 5 horas da madrugada do passado dia 1 do corrente, faleceu na sua residência, do lugar de Barros, desta freguesia, confortada com os Sacramentos da Santa Madre Igreja, a sra. D. Ana Rosa Leites. A saudosa extinta, que era viúva e contava 70 anos de idade, era mãe da sra. D. Constança Leite de Sá e do sr. Manuel Domingues Leite de Sá e sogra da sra. D. Adelina Dias de Figueiredo. De profundos e convictos sentimentos religiosos, a falecida era senhora de raras virtudes, cultivando sobretudo a caridade, que a tornou uma das pessoas mais queridas e estimadas do povo desta terra. O funeral real realizou-se no dia seguinte pelas 9 horas da manhã, de casa para o Cemitério Paroquial, onde a falecida foi sepultada em jazigo de família, e foi uma prova eloquente de gratidão o grande número de pessoas, quer da terra, quer das freguesias vizinhas, que a ele assistiram. Por alma da saudosa extinta foi celebrada missa de corpo presente e rezado ofício. Conduziu a chave da urna o sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira e a taça com a toalha o sr. Manuel Dias de Figueiredo, de Rio Mau. No próximo dia 7, é celebrada a missa do 7º dia. À família enlutada, os nossos sentidos pêsames.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s