Constança Leite de Sá (F)

Dados biográficos:

– filha de Ana Rosa Leite de Sá

– irmã de Manuel Domingues Leite de Sá

– cunhada de Aldina Dias de Figueiredo

– tia de José Manuel e Ana Maria Figueiredo Leite de Sá


ConstançaLeitedeSá

Arquivo Distrital do Porto

Passaportes – Livro 13

Referência: PT/ADPRT/AC/GCPRT/J-E/032/3541_m0079.tif

 

Notícias completas:

7 DE MAIO DE 1949, Junqueira 1 Também numa Casa de Saúde da mesma cidade, deve ser operada por estes dias a menina Constança Lopes de Sá, filha da sra. Ana Rosa Leite. A ambos desejamos as melhores felicidades.

3 DE JUNHO DE 1950 Junqueira, 29 Seguiu para o Porto, de onde partirá para Roma, numa das peregrinações do Ano Santo, a menina Constança Leite de Sá, filha da sra. D. Ana Leite de Sá, desta freguesia. Desejamos-lhe feliz viagem. – C.

15 DE JANEIRO DE 1955 Na Junqueira Festa na Escola Feminina No passado dia 2, realizou-se na Escola Feminina desta freguesia uma encantadora festa de caridade, dirigida e organizada pela distinta Professora sra. D. Maria Júlia de Mesquita Ramos. Teve como finalidade a distribuição de agasalhos às crianças mais pobres. Contribuíram para a festa uma importante verba oferecida pela Assistência Médico-Social e a generosidade e boa compreensão das sras. D. Mafalda Gomes Machado, Cândida Ferreira da Costa Várzea, Alice da Silva Nogueira, Amélia Ribeiro Nogueira, Beatriz Rainha, Matilde Ferreira Várzea, Fernanda de Freitas Faria, Ana Pinto Ferreira Quinteira, Maria Pinto Ferreira, Lizete da Costa Ferreira Magalhães, Constância Leite de Sá, Felismina Félix Aguiar, Maria da Assunção Caldas de Mesquita, Maria Eugénia da Costa Fernandes, Guilhermina Ferreira Campos, Emelina Campos Costa e o menino José César Cardoso Pinto Ferreira. Também foram oferecidos pelo Laboratório Bial, por intermédio do nosso conterrâneo, sr. Dr. António Ferreira da Costa, uma grande quantidade de remédios que serão distribuídos às crianças, conforme as necessidades físicas e por indicação médica dos clínicos que prestam auxílio nesta Obra de Assistência. O montante de agasalhos fornecidos às crianças foi de 1.277$00, afora os medicamentos. Ao acto compareceram as pessoas mais gradas e representativas da freguesia, bem como um grande número de espectadores, que assistiu, comovido e encantado, a esta festa. À Mesa, presidiu o dr. Carlos Pinto Ferreira, ilustre Presidente do nosso Município; era ladeado, à direita, pelos srs. Pe. Manuel Gomes Fernandes, Pároco da Junqueira, Manuel Gonçalves de Sá, Regedor; Dr. António Ferreira da Costa e António Augusto G. Amorim; à esquerda, sentaram-se os srs. Horácio da Silva Nogueira, Presidente da Junta; e Eng. José Várzea. A abrir a sessão, usou da palavra o sr. Dr. Pinto Ferreira que, num brilhante improviso, focou o significado e o alto valor da obra realizada pela Assistência Médico-Social, lembrando quanto se tem feito nesta terra, por intermédio daquele organismo. Acabou por dar a boa nova da fundação de uma Cantina Escolar, com o fim de serem distribuídas sopas, diariamente, às crianças pobres, sub-alimentadas. Para isso, dirigiu palavras de apelo e compreensão aos habitantes da freguesia, para darem a sua cooperação e auxílio a esta importante Obra de Beneficiência e Caridade. As suas palavras foram veementemente aplaudidas por toda a assistência, que mostrou a sua plena adesão àquela ideia. Falou, em seguida, a professora da Escola Feminina, sra. D. Maria Júlia de Mesquita Ramos. Começou por pronunciar sentidas palavras de agradecimento a todas as pessoas que contribuíram, de algum modo, para que esta festa se realizasse, destacando, em primeiro lugar a acção do sr. Dr. José Aroso, poderoso impulsionador da Obra de Assistência Escola, e da qual se deve a sua instituição nesta terra, expressando, em seguida, o seu pesar por não poder estar presente. Em segundo lugar, dirigiu as suas palavras, também de gratidão, ao sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, pelo muito que tem feito pelas crianças das escolas e, de uma maneira geral, por toda a freguesia. “Através da sua acção – afirmou – verifica-se o veemente desejo de dar solução aos problemas mais urgentes da sua terra, que ele quereria ver próspera e feliz. Para tudo que tenda a beneficiar os seus conterrâneos, o sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira está pronto a dar o melhor do seu coração e do seu esforço“. Focou, em seguida, o quanto se deve ao sr. Dr. António Ferreira da Costa, por intermédio de quem tem sido oferecida grande quantidade de medicamentos, pelo Laboratório “Bial”, que têm garantido uma boa assistência higiénica às crianças. Agradeceu, também, aos distintos clínicos que, de bom grado, se prontificaram a colaborar nesta Obra de Assistência Escolar, srs drs. Sampaio de Araújo, Eduardo Campos Costa e Alfredo Peniche. Finalmente, dirigiu palavras de louvor às senhoras que contribuíram tão generosamente com as suas dávidas. Depois destas palavras, as crianças entoaram diversas canções e recitaram várias poesias, alusivas à quadra festiva do Natal. Por fim, procedeu-se à distribuição das roupas e agasalhos a 52 crianças que, comovidamente, as iam recebendo das mãos do sr. Dr. Pinto Ferreira. Parabéns a todos quantos contribuíram para esta festa de Beneficiência e Caridade e, em especial, à sra. D. Maria Júlia de Mesquita Ramos, distinta professora da Escola Feminina, que é digna dos melhores elogios, pela maneira brilhante como soube organizá-la. – C.

20 DE OUTUBRO DE 1956, Junqueira, 15 Primeira Comunhão No dia 13 do corrente mês, na nossa Igreja Paroquial, foi distribuída a Primeira Comunhão, pelo reverendo Abade, ao menino José Manuel Figueiredo Leite de Sá e a sua irmã, a menina Ana Maria, filho do sr. Manuel Domingues Leite de Sá, digno Regedor desta freguesia e da sra. D. Aldina Dias de Figueiredo. Ao acto assistiram, além dos pais, sua tia paterna, D. Constança Leite de Sá e seu avô materno, sr. Manuel José de Figueiredo, ilustre Professor Primário e Presidente da Junta da vizinha freguesia de Rio Mau.

10 DE AGOSTO DE 1957 Junqueira, 5 Falecimento – Pelas 5 horas da madrugada do passado dia 1 do corrente, faleceu na sua residência, do lugar de Barros, desta freguesia, confortada com os Sacramentos da Santa Madre Igreja, a sra. D. Ana Rosa Leites. A saudosa extinta, que era viúva e contava 70 anos de idade, era mãe da sra. D. Constança Leite de Sá e do sr. Manuel Domingues Leite de Sá e sogra da sra. D. Adelina Dias de Figueiredo. De profundos e convictos sentimentos religiosos, a falecida era senhora de raras virtudes, cultivando sobretudo a caridade, que a tornou uma das pessoas mais queridas e estimadas do povo desta terra. O funeral real realizou-se no dia seguinte pelas 9 horas da manhã, de casa para o Cemitério Paroquial, onde a falecida foi sepultada em jazigo de família, e foi uma prova eloquente de gratidão o grande número de pessoas, quer da terra, quer das freguesias vizinhas, que a ele assistiram. Por alma da saudosa extinta foi celebrada missa de corpo presente e rezado ofício. Conduziu a chave da urna o sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira e a taça com a toalha o sr. Manuel Dias de Figueiredo, de Rio Mau. No próximo dia 7, é celebrada a missa do 7º dia. À família enlutada, os nossos sentidos pêsames.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s