Emelina Campos Costa Sampaio de Araújo

Dados biográficos:

– nascida a 14 de Agosto
– filha de Guilhermina Ferreira Campos e de José Baptista da Costa, proprietário
– casada com o clínico poveiro António Sampaio d´Araújo
– Mãe de uma menina, em Maio de 1941
– irmã de Felismina Campos Costa e Eduardo Campos Costa

Notícias completas:

9 DE ABRIL DE 1938 Junqueira, 7 Pedido de casamento Foi pedida em casamento para o snr. R. A. Sampaio d´Araújo, muito distinto clínico na Póvoa de Varzim, a sra. D. Emelina Campos Costa, prendada filha da sra. D. Guilhermina Ferreira Campos e do sr. José Batista da Costa, considerados proprietários da freguesia da Junqueira, deste concelho. O enlace matrimonial realiza-se brevemente.

10 DE MAIO DE 41 Deu à luz uma criança do sexo feminino, com muita felicidade, em casa de seu pai sr. José Baptista da Costa, digno Presidente da Junta desta freguesia a sra. D. Emelina Campos Costa Araújo, esposa do sr. Dr. António Sampaio Araújo, distinto médico na Póvoa de Varzim. – C.

16 DE AGOSTO DE 41 Passa-se hoje o aniversário natalício da sra. D. Ermelinda Campos Costa Araújo, dedicada esposa do sr. Dr. António Sampaio Araújo, distinto clínico.

24 DE JUNHO DE 44 (Junqueira, 44) Faleceu na passada segunda-feira, após curta enfermidade, o sr. José Baptista da Costa, presidente da Junta desta freguesia, e antigo vereador da Câmara Municipal.
O saudoso extinto, que contava 75 anos de idade, era pai das sras. D. Felismina e D. Emelina Campos Costa e do sr. Eduardo Campos Costa e sogro dos srs. Carlos Pinto Ferreira, digno Delegado de Saúde deste Concelho e estimado director do nosso jornal, e António Sampaio Araújo, distinto médico na Póvoa de Varzim.
O seu funeral realizou-se hoje, sendo muito concorrido de pessoas desta freguesia, achando-se também largamente representadas quase todas as freguesias do concelho, e a Póvoa de Varzim.
O saimento fúnebre teve lugar às 10 horas, sendo acompanhado por onze eclesiásticos. A chave do caixão foi entregue ao sr. Presidente da Câmara.
Ao pano de honra pegaram os srs. Adelino Félix, António Magalhães, Carlos Capela, António C. Azevedo, Elias Cardoso e Joaquim Cerqueira da Costa.
De casa até ao cemitério organizaram-se diversos turnos, compostos pelos ex.mos. Srs.: Juiz de Direito, drs. Pereira Júnior e Andrade Ferreira, Bento Amorim, drs. José M. de Sousa Pereira, Serafim Ramos e J. Pacheco Neves, Engenheiro Augusto Machado, Teófilo Bento, dr. Américo Graça, João Dias, António Ribeiro, José Linhares, Bernardino Pinheiro, José Lima, José Magalhães, Américo Fernandes da Silva Madureira, Eduardo Correia, José Laranja, Major Serafim Temudo, dr. Raul Cardoso, Avelino Faria, João Torres, dr. Ramos de Almeida, dr. Albino Dias, Serafim Almeida, António Patrício, M. Guilherme de Faria, Horácio Nogueira, Manoel Baptista da Costa, etc.
Muitos “bouquets” e coroas foram entregues a pessoas cujos nomes não nos foi possível obter. O cadáver foi inhumado em jazigo de família.
A toda a família enlutada, os nossos sentidos pêsames.

15 DE JANEIRO DE 1955 Na Junqueira Festa na Escola Feminina No passado dia 2, realizou-se na Escola Feminina desta freguesia uma encantadora festa de caridade, dirigida e organizada pela distinta Professora sra. D. Maria Júlia de Mesquita Ramos. Teve como finalidade a distribuição de agasalhos às crianças mais pobres. Contribuíram para a festa uma importante verba oferecida pela Assistência Médico-Social e a generosidade e boa compreensão das sras. D. Mafalda Gomes Machado, Cândida Ferreira da Costa Várzea, Alice da Silva Nogueira, Amélia Ribeiro Nogueira, Beatriz Rainha, Matilde Ferreira Várzea, Fernanda de Freitas Faria, Ana Pinto Ferreira Quinteira, Maria Pinto Ferreira, Lizete da Costa Ferreira Magalhães, Constância Leite de Sá, Felismina Félix Aguiar, Maria da Assunção Caldas de Mesquita, Maria Eugénia da Costa Fernandes, Guilhermina Ferreira Campos, Emelina Campos Costa e o menino José César Cardoso Pinto Ferreira. Também foram oferecidos pelo Laboratório Bial, por intermédio do nosso conterrâneo, sr. Dr. António Ferreira da Costa, uma grande quantidade de remédios que serão distribuídos às crianças, conforme as necessidades físicas e por indicação médica dos clínicos que prestam auxílio nesta Obra de Assistência. O montante de agasalhos fornecidos às crianças foi de 1.277$00, afora os medicamentos. Ao acto compareceram as pessoas mais gradas e representativas da freguesia, bem como um grande número de espectadores, que assistiu, comovido e encantado, a esta festa. À Mesa, presidiu o dr. Carlos Pinto Ferreira, ilustre Presidente do nosso Município; era ladeado, à direita, pelos srs. Pe. Manuel Gomes Fernandes, Pároco da Junqueira, Manuel Gonçalves de Sá, Regedor; Dr. António Ferreira da Costa e António Augusto G. Amorim; à esquerda, sentaram-se os srs. Horácio da Silva Nogueira, Presidente da Junta; e Eng. José Várzea. A abrir a sessão, usou da palavra o sr. Dr. Pinto Ferreira que, num brilhante improviso, focou o significado e o alto valor da obra realizada pela Assistência Médico-Social, lembrando quanto se tem feito nesta terra, por intermédio daquele organismo. Acabou por dar a boa nova da fundação de uma Cantina Escolar, com o fim de serem distribuídas sopas, diariamente, às crianças pobres, sub-alimentadas. Para isso, dirigiu palavras de apelo e compreensão aos habitantes da freguesia, para darem a sua cooperação e auxílio a esta importante Obra de Beneficiência e Caridade. As suas palavras foram veementemente aplaudidas por toda a assistência, que mostrou a sua plena adesão àquela ideia. Falou, em seguida, a professora da Escola Feminina, sra. D. Maria Júlia de Mesquita Ramos. Começou por pronunciar sentidas palavras de agradecimento a todas as pessoas que contribuíram, de algum modo, para que esta festa se realizasse, destacando, em primeiro lugar a acção do sr. Dr. José Aroso, poderoso impulsionador da Obra de Assistência Escola, e da qual se deve a sua instituição nesta terra, expressando, em seguida, o seu pesar por não poder estar presente. Em segundo lugar, dirigiu as suas palavras, também de gratidão, ao sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, pelo muito que tem feito pelas crianças das escolas e, de uma maneira geral, por toda a freguesia. “Através da sua acção – afirmou – verifica-se o veemente desejo de dar solução aos problemas mais urgentes da sua terra, que ele quereria ver próspera e feliz. Para tudo que tenda a beneficiar os seus conterrâneos, o sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira está pronto a dar o melhor do seu coração e do seu esforço“. Focou, em seguida, o quanto se deve ao sr. Dr. António Ferreira da Costa, por intermédio de quem tem sido oferecida grande quantidade de medicamentos, pelo Laboratório “Bial”, que têm garantido uma boa assistência higiénica às crianças. Agradeceu, também, aos distintos clínicos que, de bom grado, se prontificaram a colaborar nesta Obra de Assistência Escolar, srs drs. Sampaio de Araújo, Eduardo Campos Costa e Alfredo Peniche. Finalmente, dirigiu palavras de louvor às senhoras que contribuíram tão generosamente com as suas dávidas. Depois destas palavras, as crianças entoaram diversas canções e recitaram várias poesias, alusivas à quadra festiva do Natal. Por fim, procedeu-se à distribuição das roupas e agasalhos a 52 crianças que, comovidamente, as iam recebendo das mãos do sr. Dr. Pinto Ferreira. Parabéns a todos quantos contribuíram para esta festa de Beneficiência e Caridade e, em especial, à sra. D. Maria Júlia de Mesquita Ramos, distinta professora da Escola Feminina, que é digna dos melhores elogios, pela maneira brilhante como soube organizá-la. – C.

12 DE FEVEREIRO DE 1955 Na Junqueira Inauguração da Cantina Escolar Com grande brilho e com manifesta alegria de toda a sua população, foi inaugurada, no passado dia 27 de Janeiro, a nova Cantina Escolar da Junqueira, com a distribuição da primeira refeição às crianças das Escolas daquela freguesia. A esta inauguração assistiram as sras. D. Felismina Campos Costa Pinto Ferreira, D. Emelina Campos Costa Sampaio de Araújo; as digníssimas Professoras das Escolas; a menina Maria Emelina da Costa Pinto Ferreira e os srs. Dr. Carlos Pinto Ferreira e Sampaio de Araújo. Foi indescritível a alegria das criancinhas contempladas: nos seus lábios de inocentes desenhava-se um sorriso de satisfação, de aprazimento e de gratidão; é que para elas aquele era um grande dia: habituadas às inclemências e doas rigores debilitantes de insuficiência alimentar, viam, finalmente, solucionado o problema da sua alimentação. Nas outras crianças, não beneficiadas, notava-se a mesma euforia, compartilhando da alegrai das suas companheiras. As pessoas que assistiram à festa gozavam os primeiros efeitos de uma obra de que haviam sido os principais instigadores. De facto, quando sentimos ter sido úteis à humanidade, experimentamos a alegria mais espiritual, mais íntima e mais duradoira. Dispendiou esta primeira refeição a sra. D. Mafalda Gomes Machado, digna esposa do sr. Eng. Augusto Machado, ilustre Director da 1ª Circunscrição Florestal, que tem sido a grande animadora desta obra de beneficência. À bondade e nobreza da sua alma, se devem um firme apoio e uma valiosa ajuda moral e material, ora incitando à continuação e desenvolvimento, ora oferecendo os talheres e mobiliário necessários ao funcionamento da Cantina. É com pessoas assim que uma obra pode ir avante, porque não falta o entusiasmo, o incentivo do desenvolvimento e, o que vale mais que tudo, o amor e a abnegação. Bem hajam, por isso!

22 DE SETEMBRO DE 1956 A Cantina Escolar na Junqueira À tarde, teve lugar na progressiva freguesia da Junqueira, terra natal do Presidente da Câmara, sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, a inauguração de uma Cantina Escolar, a que também presidiu o sr. Governador Civil do Porto. No edifício da Escola Feminina teve lugar uma sessão solene presidida pelo sr. Governador Civil, tendo à sua direita os srs. Dr. Carlos Pinto Ferreira, comandante Branco Lopes, Capitão do Porto, Manuel Fernandes, Delegado Escolar, dr. José Aroso, fundador da obra da assistência social em Vilar do Pinheiro, dr. Amadeu Azevedo, dr. Alfredo Peniche, dr. José Pereira, Amadeu Faria, Horácio Cerqueira, dr. Campos Costa e Manuel de Sá e Leite; à esquerda os srs. José Lobato, Director Escolar do Distrito, dr. José M. Andrade Ferreira, vice-presidente da U. N., dr. José Moreira Maia, António Torres Junior e António da Costa e Silva, vereadores, eng. Augusto Machado e Arquitecto Altino Fernandes da Hora e Silva. Iniciou a série de discursos o sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, que disse: “Quis V. Ex. sr. Governador, dar-nos a subida honra de vir assistir à inauguração de duas casas devotadas ao auxílio dos que precisam – o refeitório da sopa dos pobres em Vila do Conde e a cantina escolar da Junqueira – imprimindo-lhes um brilhantismo e beleza que nos sensibiliza e profundamente desvanece. Como Presidente da Câmara e filho desta terra de amplos horizontes e nobres pergaminhos, onde a natureza exuberante e prodigiosa se desenvolve e frutifica trabalhada pela alma e sentimentalidade cristã do seu povo, de coração aberto aos anseios dos desprotegidos da sorte, duplamente e sinceramente agradeço a V. Ex. a presença nesta festa simples e pequena, mas grande e esplendorosa pelo alcance social que encerra.” E mais adiante: “A V. Ex. Sr. Director Escolar, que tão grandemente tem contribuído para a renovação das instalações escolares neste concelho, tendo em vista a criação ainda recente de oito salas de aulas e uma cantina nos populosos bairros piscatórios das Caxinas e Poça da Barca, cuja necessidade se tornava imperiosa, e os subsídios pecuniários para a manutenção das cantinas existentes, constituindo uma valiosa ajuda, pela qual muito penhoradamente nos sentimos agradecidos”. Depois de uma breve pausa, continuou: “Sr. Governador: Se me permitem V- Ex., parece-me não ser despropositado fazer uma ligeira história da forma como surgiu esta cantina. Um grupo de distintas senhoras desta freguesia, movidas por um sentimento de caridade cristã, de almas bem formadas e corações generosos, dando realização a um imperativo da sua consciência, revendo no semblante triste e na palidez que revestia algumas crianças, a amargura que lhes ia na alma por privações que a miséria acarreta, resolveu convocar para uma reunião o povo desta freguesia. Todos compareceram à chamada. Expostos os motivos e razão da convocação, ficou deliberado que em cada dia de aula uma família forneceria uma sopa e pão para 20 crianças pobres. Nesse dia memorável ficou criada em bases sólidas esta cantina”. E a terminar, disse: “O povo desta freguesia é bom e generoso. Coração aberto às desditas do seu semelhante, sofrendo quando ele sofre, esta obra é o mais alto padrão de glória que poderá gravar no seu coração. Por isso eu lhe rendo as minhas homenagens, admiração e simpatia, pedindo a Deus que lhe conserve este espírito de caridade e de bem fazer. Que este exemplo ecoe de quebrada em quebrada, de aldeia em aldeia. A todos que aqui vieram, peço que meditem e realizem nas suas terras uma obra como esta que hoje inauguramos, e, à imprensa em particular, o meu muito obrigado”. A seguir, falou o Director Escolar do Distrito, sr. José Lobato, que, espraiando-se em várias considerações sobre a benéfica obra das Cantinas, em prol das crianças que delas beneficiam, focou e teve palavras de muito louvor para o grupo de Senhoras da Junqueira a quem se ficou devendo o melhoramento da Cantina, que dera motivo àquela festa.  A Directora das Escolas Femininas da Junqueira, D. Maria Júlia Ramos, usando da palavra, apontou os belos resultados que na instrução da criança pobre se tiram com o funcionamento das Cantinas, pois, dadas as distâncias da residência de muitas delas, os inconvenientes que isso trazia, na frequência às aulas, principalmente no Inverno, terminando por agradecer aos srs. Governador Civil e Presidente da Câmara, e ao grupo de Senhoras da freguesia, as ajudas concedidas à obra levada a cabo. Encerrando a sessão, o sr. Dr. Domingos Braga da Cruz mostrou o seu contentamento por inaugurar um melhoramento de Assistência Infantil – a Cantina da Junqueira – tendo palavras de maior gratidão para as Senhoras da Comissão Promotora da organização e funcionamento da Cantina, fazendo votos para que o exemplo da Junqueira, na simpatiquíssima Obra da Cantina, se estenda a todas as outras freguesias do vasto concelho de Vila do Conde, talqualmente aconteceu com a instituição das Misericórdias, que, como um grão de semente, semeado em Lisboa, pela benemérita senhora DX. Leonor, se espalhou a todo o país. Disse – ainda – que a tarefa é vasta e os médicos podiam prestar valiosa colaboração às iniciativas do género daquelas como a que se ia inaugurar, numa Assistência Médico Infantil. Terminou por agradecer as atenções que lhe dispensaram, e prometeu nunca negar a sua protecção às obras de Assistência. Foram-lhe oferecidos, depois, ramos de flores, por crianças da Escola.  O vasto Salão da escola encontrava-se repleto de pessoas, destacando-se, à frente, um grupo de Senhoras do melhor escol da Junqueira, e as crianças das Escolas, com os seus bibes brancos. Finda a sessão solene, procedeu-se á cerimónia da inauguração da Cantina, com o corte da fita pela sra. D. Emelina Campos Costa Pinto Ferreira, esposa do sr. Presidente da Câmara, e à benção do edifício, pelo reverendo Abade da Junqueira, sendo, pouco depois, servida uma refeição a 80 crianças. No largo das Escolas, o típico Rancho da Junqueira exibiu-se com as suas danças e cantares perante numerosa assistência, que o aplaudiu entusiasticamente. Na residência particular do sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira foi oferecido, depois, a todos os convidados e à imprensa, um finíssimo “copo de água”, em que usaram da palavra enaltecendo o valor social da obra inaugurada, diversos oradores. A. B.

14 DE MAIO DE 1960 Junqueira 9 Casamento elegante No passado dia 7 do corrente, uniram-se pelo santo sacramento do matrimónio, a menina Maria Emelina da Costa Pinto Ferreira, filha do sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, ilustre presidente da nossa Câmara Municipal e director deste jornal, e da sra. D. Felismina Campos Costa Pinto Ferreira, e o sr. João Gomes da Costa Amorim, filho do sr. José da Costa Amorim (já falecido), e da sra. D. Maria Gomes da Silva Casanova. O acto religioso realizou-se pelas 12 horas, na nossa Igreja Paroquial, com a assistência de muitos ilustres convidados, ao qual presidiu o Padre Manuel José Gomes da Costa Amorim, Pároco de Beiriz, e primo do noivo, que proferiu uma brilhante e emotiva alocução para apontar aos noivos o caminho a seguir na nova vida de casados. Celebrou a Santa Missa o pároco desta freguesia. Paraninfaram, por parte da noiva, a sra. D. Emelina Campos Costa de Araújo e o sr. Dr. Manuel Pinto Ferreira; e por parte do noivo, a sra. D. Georgete de Lima Amorim e o sr. António Amorim, primos do noivo. Em seguinda, os noivos e convidados dirigiram-se, em automóvel, para casa dos pais da noiva, onde foi servido um primoroso copo de água. Durante o percurso, os noivos tiveram de se apear várias vezes para pisarem lindos tapetes de flores com que vários grupos de raparigas os homenagearam. Os noivos seguiram em viagem de núpcias para o Sul do País. Aos nubentes, os nossos desejos de muitas felicidades.

4 DE AGOSTO DE 1962 Da Junqueira Falecimento Às primeiras horas da madrugada do passado dia 29, faleceu a sra. D. Guilhermina Ferreira Campos, de 88 anos de idade, deixando a família mergulhada na mais profunda consternação. A saudosa extinta era casada com o sr. José Baptista da Costa, já falecido; mãe das sras. D. Felismina Campos Costa Pinto Ferreira e Emelina Campos Costa de Araújo e do sr. Dr. Eduardo Campos Costa; sogra dos srs. Drs. Carlos Pinto Ferreira, ilustre Presidente da Câmara Municipal deste concelho, e António Sampaio de Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal do concelho vizinho; e avó da sra. D. Maria Emelina da Costa Pinto Ferreira Amorim, ausente no Brasil e casada com o sr. João Gomes da Costa Amorim, da menina Maria Eduarda Costa de Araújo e dos srs. Orlando da Costa Pinto Ferreira, casado com a sra. D. Maria da Conceição Pontes Pinto Ferreira, Fernando José da Costa Pinto Ferreira, Eduardo da Costa Pinto Ferreira e Sérgio da Costa Araújo. Era uma senhora muito estimada por quantos a conheciam, porquanto era possuidora das mais nobres e excelsas virtudes. O amor ao semelhante foi um sentimento que constantemente se revelava em actos de caridade. Na verdade, os mais desventurados, os mais desprotegidos da fortuna, sempre encontraram no coração bondoso da sra. D. Guilhermina o alívio das suas dores; nunca negou uma esmola a quem alguma vez lha pediu; a sua casa, amparo de muitas famílias, todos acolhia com a mais extrema compaixão pelo infortúnio, todos acarinhava num amplexo de amor. Os seus profundos sentimentos religiosos manifestaram-se durante a sua vida numa frequência assídua dos sacramentos e em dádivas pródigas para a conservação e melhoramentos da Igreja Paroquial. O funeral da saudosa extinta, que a todos deixou profunda mágoa, realizou-se no dia seguinte, pelas 10 horas, da sua residência, no lugar da Garrida, para jazigo de família no Cemitério Paroquial. No préstito fúnebre incorporaram-se centenas de pessoas de todas as classes sociais, desde os mais humildes a quem protegeu, até às mais altas individualidades com quem contactou. Este extenso cortejo que a acompanhou até à sua última morada foi a prova eloquente da estima que grangeara no coração de quantos a conheciam. A urna foi conduzida num luxuoso carro fúnebre, atrás do qual seguiam pessoas de família e uma extensa fila de automóveis. A chave da urna foi conduzida pelo neto da falecida, sr. Orlando da Costa Pinto Ferreira. À família enlutada, os nossos mais sentidos pêsames. – C.

9 DE AGOSTO DE 1975 Aniversários (…) No dia 14, (…) D. Emelina Campos Costa Araújo, da Junqueira; (…)

29 DE JULHO DE 1977 Aniversários (…) No dia 14, (…) Emelina Campos Costa Araújo, da Junqueira; (…)

10 DE AGOSTO DE 1979 Aniversários (…) No dia 14, (…) Emelina Campos Costa Araújo, da Junqueira. (…)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s