Joaquim da Silva Amorim (fal.)

Dados biográficos:

– genro de Guilhermina da Silva Félix e de Joaquim Lopes da Silva

Notícias completas:

18 DE DEZEMBRO DE 1954 Junqueira, 16 Falecimento – Confortada com os Sacramentos da Santa Igreja, e após prolongado e doloroso sofrimento, faleceu no passado dia 12, na sua residência, no lugar da Sra. Das Graças, desta freguesia, a sra. D. Guilhermina da Silva Félix, de 74 anos de idade, casada com o sr. Joaquim Lopes da Silva, secretário da Junta desta freguesia. A saudosa finada, muito estimada por todos pelas suas raras virtudes e qualidades, era Mãe das sras. D. Maria, Beatriz, Arminda, Rosa e Alice da Silva Félix; e dos srs Alfredo (ausente no Brasil), José e Júlio L. da Silva Félix. No seu funeral, que se realizou no dia 14, de casa para o cemitério paroquial, incorporaram-se centenas de pessoas da maior representação social, não só desta freguesia, e circunvizinhas, como de Vila do Conde, Porto, Macieira de Rates, Fontainhas, Balazar, etc., que conduziram dezenas de coroas e bouquets. Na Capela da sra. Das Graças foi rezada Missa de Corpo Presente. A chave da urna foi entregue ao sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, Presidente da Câmara Municipal deste concelho. A toda a numerosa família enlutada, em especial ao sr. Joaquim Lopes da Silva, a seus filhos Júlio e José Lopes da Silva Félix, e seu genro sr. Joaquim da Silva Amorim, nossos prezados amigos e assinantes, apresentamos sentidos pêsames. – À Missa do 7º dia, celebrada hoje na nossa Igreja Paroquial, assistiu elevadíssimo número de pessoas.

8 DE JANEIRO DE 1972 Falecimentos Na residência de seu genro, à Praça da República, faleceu no último dia do ano o sr. Joaquim da Silva Amorim, de 68 anos de idade, natural da freguesia de S. Simão da Junqueira e antigo industrial de hotelaria. O sr. Joaquim Amorim que era pessoa muito conhecida e estimada pelos seus dotes de carácter, iniciou a sua vida comercial e industrial no Brasil, onde residiu largos anos; de volta à Pátria, instalou nesta vila, na Praça da República, o “Restaurante Moderno”. Há poucos meses retirou-se dos negócios e embora o soubéssemos doente, nada fazia prever um rápido passamento. Era casado com a sra. D. Maria Lopes da Silva Félix e pai da sra. D. Arminda Lopes de Amorim Aragão, casada com o sr. Armando Aragão e do sr. Joaquim Lopes de Amorim (ausente no Brasil), casado com a sra. D. Maria do Carmo Amorim. Deixa nove netos e um bisneto. O funeral teve lugar no dia seguinte, da capela de S. Roque para a de Nossa Senhora da Graça, em S. Simão da Junqueira e desta, após missa de corpo presente, para o cemitério paroquial daquela freguesia. A toda a família enlutada, “Renovação” apresenta o seu cartão de sentidos pêsames.

22 DE JANEIRO DE 1972 Agradecimentos Joaquim da Silva Amorim A família de Joaquim da Silva Amorim, há pouco falecido nesta vila, vem, por este único meio, agradecer, muito reconhecidamente, a todas as pessoas que se dignaram incorporar no seu funeral, e, bem assim, aquelas que assistiram às Missas que, por sua alma, mandou celebrar nesta vila, e na freguesia da Junqueira. Vila do Conde, 15-1-1972 A família.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s