Manuel Lopes Ferreira Pinto

Dados biográficos:

  • casou com Maria Pinto de Lima a 31 de Janeiro de 1901
  • natural de Touguinha
  • carpinteiro
  • filho de Maria Rosa de Jesus
  • pai de Deolinda Pinto Ferreira, Carlos Pinto Ferreira e Manuel Pinto Ferreira (filho)
  • Sogro de Ernesto Cardoso de Oliveira e de José Quinteira
  • subscritor do telefone
  • deu 10$00 para a Santa Casa da Misericórdia
  • faleceu em 4 Agosto de 1948

ManuelLopesFerreiraeMariaPintodeLima

Arquivo Distrital do Porto

Registo de Casamentos – 1901

PT-ADPRT-PRQ-PVCD12-002-0020_m0002.jpg

 

Notícias completas:

15 DE FEVEREIRO DE 41 Palacete – Vende-se: No lugar da Graça, Junqueira. Falar a Manuel Lopes Ferreira Pinto, no mesmo lugar.

13 DE SETEMBRO DE 1941 Partidas Para Terras do Bouro, acompanhado de sua exma. Família, partiu da Junqueira o nosso querido amigo sr. Dr. Manuel Pinto Ferreira.

18 DE OUTUBRO DE 41 Eleições Para presidirem ao acto eleitoral que se realiza em todas as freguesias do nosso concelho no próximo domingo foram nomeados os srs.: (…) Junqueira – Dr. Carlos Pinto Ferreira, ef. e Horácio da Silva Nogueira, sup. (…) Lista dos candidatos Pelo sr. Presidente da Câmara, foram aprovadas as listas dos candidatos para a eleição das Juntas de freguesia, deste concelho. Com excepção da Junta de freguesia de Parada, para a qual foram apresentadas duas listas, as restantes foram elaboradas e sancionadas pela Comissão Concelhia da União Nacional, e são constituídas pelos seguintes cidadãos: (…) Junqueira – Efectivos: José Baptista da Costa, Manuel Ferreira Amorim e Carlos Gonçalves da Silva Capela. Sub.: Manuel Lopes Ferreira Pinto, José Baptista da Costa Júnior e Manuel Gonçalves Ferreira.

31 DE JULHO DE 43 (Junqueira, 21) Realizou-se sábado passado, na nossa igreja, o auspicioso enlace matrimonial da sra. D. Deolinda Pinto Ferreira, filha do sr. Manuel Lopes Ferreira Pinto e de sua esposa sra. D. Maria Pinto de Lima, com o sr. Ernesto Cardoso de Oliveira, comerciante. Os noivos, após um delicado copo de água, servido em casa dos pais da noiva, seguiram em viagem de núpcias para Coimbra. Aos noivos, desejamos as maiores felicidades.

4 DE AGOSTO DE1948 Falecimento Manuel Ferreira Pinto Faleceu, subitamente, na última terça-feira, na freguesia da Junqueira, deste concelho, o nosso velho amigo sr. Manuel Ferreira Pinto, Presidente da Junta e antigo e considerado comerciante.
Era pai dos exmos. Srs. Dr. Carlos Pinto Ferreira, nosso querido director e subdelegado de Saúde neste concelho, e dr. Manuel Pinto Ferreira, advogado e notário em Louzada, e sogro do sr. José Quinteira, conceituado comerciante naquela freguesia.
O extinto, que pela afabilidade do seu trato conquistou muitas a firmes amizades, foi um trabalhador infatigável que pelo seu esforço se fez e aos seus deixou a lição do que pode uma vontade forte e honestamente guiada.
Dificuldades soube encará-las sem desânimos, e à formação moral e intelectual de seus filhos deu sempre o mais carinhoso interesse da sua vida. Neles podia rever-se com orgulho. E por seu velho pai, que tão bem o soube ser, podiam eles ter também, com justiça, a profunda afeição e respeito que lhe dispensavam.
Serviu vários cargos públicos com diligência e patriotismo; foi para com todos de uma perfeita correcção e lealdade; e de si fica a lição de um homem bom que sempre quis viver dignamente a sua vida. Renovação sente a morte do seu velho amigo e apresenta à sua exma. Família, e especialmente a seus filhos, a expressão sincera do seu pesar. O seu funeral foi largamente concorrido, e dele daremos, no próximo número, mais larga referência.

21 DE AGOSTO DE 1948 Pela Câmara Nas reuniões ordinárias realizadas nos dias 9 e 16 do corrente mês foram tomadas, entre outras, as seguintes deliberações: (…) – Exarar na acta um voto de pesar pelo falecimento do sr. Manuel Lopes Ferreira Pinto, Presidente da Junta de Freguesia da Junqueira.

6 DE NOVEMBRO DE 1948 Da Junqueira Uma Carta Sr. Redactor do Renovação
Na última correspondência da Junqueira, publicada no n.º 406 de 30 do mês findo, louvava-se a Junta da mesma freguesia pelos melhoramentos feitos nas fontes de Lamelas e Barros. Esqueceu-se, porém, o sr. Correspondente de declarar que os melhoramentos a que alude são ainda obra do antigo e saudoso Presidente, sr. Manuel Lopes Ferreira Pinto, há pouco falecido, embora só agora se ultimassem os seus trabalhos.
Esqueceu-se, também, o sr. Correspondente de focar o melhoramento no caminho da Corredoura e a alta importância de tal caminho – por onde agora passam muitíssimas pessoas – melhoramento que se deve também ao mesmo sr. Pinto Ferreira.
Esquecimento, está claro. Nem por sombras se pode supor que fosse por má-fé. Mas justo é que se dê o seu a seu dono. Já Cristo dizia: “dar a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”. E como o sr. Correspondente é católico praticante, decerto não desconhece esta passagem do Evangelho…

Por várias vezes, também na Renovação, o sr. Correspondente tem chamado a atenção de quem de direito para o estado de abandono em que por aqui vagueia um pobre doente conhecido pelo Manuel de Barros. Lembrava as digníssimas autoridades locais a necessidade do seu internamento, não só sob o ponto de vista moral como higiénico.
Bom seria que o sr. Correspondente continuasse com tão louvável campanha, para bem do laborioso e sensato povo desta freguesia.
Um assinante

17 DE SETEMBRO DE 1966 Falecimentos D. Maria Pinto de Lima Ferreira Na sua casa da Senhora da Graça, em S. Simão da Junqueira, deste concelho, faleceu, no passado dia 11, a sra. D. Maria Pinto de Lima Ferreira, de 86 anos, proprietária, viúva do saudoso Junqueirense Manuel Lopes Ferreira. A extinta, que pelos seus dotes de carácter, conquistara gerais simpatias de toda a gente daquela freguesia, era Mãe extremosa das sras. D. Ana Pinto Ferreira Quinteira, D. Deolinda Pinto Ferreira de Oliveira e dos srs. Dr. Carlos Pinto Ferreira, ilustre Director deste semanário, e dr. Manuel Pinto Ferreira, Director do 6.° Cartório Notarial do Porto; sogra das sras. D. Felismina de Campos Costa Pinto Ferreira e D. Corina Moreira Pinto Ferreira e dos srs. Ernesto Cardoso de Oliveira e José Quinteira; avó da sra. D. Maria Emelina Campos Ferreira Amorim (ausente no Brasil), do sr. Eng. Orlando Campos Pinto Ferreira, Drs. Fernando José e Eduardo José Pinto Ferreira; e dos estudantes universitários Manuel Bento, José Luiz, Rui Moreira Pinto Ferreira e José César Pinto Ferreira de Oliveira. O seu funeral, que teve lugar no dia seguinte, constituiu uma grandiosa manifestação de pesar, nele se incorporando centenas de pessoas de todas as condições sociais quer desta vila, quer dos concelhos limítrofes, e ainda da cidade do Porto. De casa para o cemitério, efectuaram-se dois turnos, sendo a chave da urna entregue a seu neto, sr. Eng. Orlando Pinto Ferreira. Renovação apresenta a toda a família enlutada, muito especialmente ao seu estimado Director, sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, as suas mais sentidas condolências.

NOTA: ESTE PERFIL PRECISA DE SER REVISTO.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s