Maria Manuela de Sousa Pinto Ferreira

Dados biográficos:

 

 

Notícias completas:

23 DE DEZEMBRO DE 1972 Falecimento Dr. Manuel Pinto Ferreira Na penúltima terça-feira, foi a enterrar no cemitério paroquial da Junqueira, terra da sua naturalidade, o sr. Dr. Manuel Pinto Ferreira que na sua residência à rua de Luis Woodhouse, na cidade do Porto, falecera no dia anterior. O saudoso extinto, que pelos seus dotes de carácter e bondade conquistara inúmeras simpatias, era casado com a sr. D. Corina de Sousa Moreira Pinto Ferreira; pai da sra. D. Maria Manuela de Sousa Pinto Ferreira e dos srs. Dr. Manuel Bento de Sousa Pinto Ferreira, José Luís de Sousa Pinto Ferreira e Rui de Sousa Pinto Ferreira; irmão das sras. D. Deolinda Pinto Ferreira de Oliveira, D. Ana Pinto Ferreira Quinteira e do sr. Dr. Carlos Pinto Ferreira, nosso estimado director; cunhado das sras. D. Felismina Campos Costa Pinto Ferreira, Carmem de Sousa Moreira de Castro e Maria Humberta Carmona Gonçalves Moreira, e dos srs. Professor Doutor Artur Anselmo de Castro, Dr. Carlos Domingues Moreira, Ernesto Cardoso de Oliveira e José Quinteira. O funeral saiu da igreja das Antas, após missa de corpo presente, para S. Simão da Junqueira, e ali, depois dos responsos na capela de Nossa Senhora da Graça, foi a urna transladada com grande acompanhamento de pessoas de todas as categorias sociais, desta vila, Porto, Vila Verde, Terras do Bouro e Famalicão, para jazigo de família. – O sr. Dr. Manuel Pinto Ferreira, formou-se em Direito na Universidade de Coimbra, vindo abrir banca nesta vila, na rua do Lidador. Pouco tempo depois, foi nomeado notário em Terras do Bouro, tendo-lhe sido conferida a posse em Vila Verde, no mesmo distrito. Anos depois, foi nomeado notário em Vila Nova de Famalicão, de onde transitou para o 6º Cartório Notarial do Porto. Foi, com o sr. Dr. Pinto Coelho, redactor do novo Código do Notariado. A doença que o vinha importunando, tinha-o afastado há alguns meses das suas funções. A destacada posição que alcançara, em nada o modificou. Foi durante a sua vida – morreu com sessenta e sete anos incompletos – extremamente bondoso e simples, qualidades que aliava ao mais fino trato. Por isso a sua morte foi muito sentida nesta vila, onde contava, por amigos, todos os vilacondenses. À família enlutada, envia Renovação sentidos pêsames.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s